Couve-flor

A couve-flor para o bebé? Pura felicidade!

Uma flor vegetal…

É pela sua bela cor branca que cultivamos este primo do brócolo e da couve-de-bruxelas. Encontramo-la o ano inteiro nas prateleiras, mas a melhor época para a comer é no inverno e na primavera.

…100% Plantada com…as mãos!

Não utilizamos nem cotovelos, nem joelhos, pois plantamos e colhemos inteiramente com as mãos. Depois de a semente ser semeada e estar crescida, os nossos produtores cortam algumas folhas da couve-flor e cobrem-na, para que esta fique bem branca: se o centro for muito exposto à luz, ficará amarelo ou verde. Existem outras variedades de couve-flor, embora menos conhecidas: laranja, verde e violeta. Quando a couve-flor atinge o calibre desejado (grosso, médio, pequeno), é cortada logo pela manhã cedo, acondicionada e por fim refrigerada, de forma a manter as suas qualidades sensoriais e nutritivas.

Uma flor de vitaminas

A parte da couve-flor que comemos é portanto a flor da planta. A couve-flor é rica em vitamina C, variando a sua percentagem caso esteja cozida ou não. É igualmente uma excelente fonte de vitamina B9. Cerca de 100g cobrem até 40% das necessidades diárias de vitamina B9 das crianças pequenas.*

Bem cozida: Sinal verde para a digestão do seu bebé

Este legume é rico em fibra e posiciona-se entre os legumes recomendados pelos profissionais de saúde para a digestão, especialmente em caso de obstipação. No entanto, para o bebé, deve cozer-se ao vapor. Para os adultos, branqueá-la com água a ferver também é recomendado.

Um puré cremoso e apetitoso

Venha daí à descoberta da couve-flor! À sua textura e bela cor branca pode ainda juntar uma batata para adoçar um pouco o seu sabor. A partir dos 6 meses, pode introduzir este alimento na diversificação alimentar do seu bebé. Atenção que se cozer demasiado este legume, o seu sabor pode ser mais difícil de aceitar, pelo que o ideal é cozer a vapor. Contudo isto faz parte da aprendizagem dos sabores e não se esqueça que podem ser necessárias, em média,11 tentativas** para o seu bebé apreciar e aceitar bem um determinado alimento.


Couve-flor

Vontade de cozinhar?

Descubra as nossas deliciosas receitas para fazer em casa:

- A partir dos 6 meses: Puré de couve-flor e batata

- Para os 8 meses: Puré de couve-flor com frango e manjericão

- Aos 12 meses: Couve-flor com semolina de trigo

- Aos 18 meses: Caril de bacalhau e couve-flor

- Aos 24 meses: Pudim de couve-flor com cenoura e coentros

 

Quizz – Couve-flor

1) A couve-flor é uma flor?

a) Sim

b) Não

Resposta:

b) Está certo! Embora tenha flor no nome, a couve-flor é um vegetal crucífero que pertence à família Brassicaceae.

 

2) Qual a parte da couve-flor que é comestível?

a) folhas verdes

b) raminhos brancos

c) todas

Resposta:

c) Está certo! Todas as partes da couve-flor são comestíveis. Mas aos bebés é preferível dar apenas a parte branca, porque tem melhor digestibilidade.

 

3) A partir dos 6 meses podemos dar ao bebé couve-flor:

a) crua e triturada

b) cozida e em puré

c) cozida em raminhos

Resposta:

b) Está certo! Sabemos que a couve-flor deve ser bem cozinhada, preferencialmente ao vapor, e triturada em puré para poder ser oferecida ao bebé nesta fase.

 

* Tabela da Composição de Alimentos do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.

** Alimentação e Nutrição do Lactente - Acta Pediátrica Portuguesa 2012.