A alimentação do bebé aos 8 meses

Existem períodos específicos para o desenvolvimento das várias capacidades que o bebé vai adquirindo. A descoberta de novos alimentos e sabores prossegue, mas agora é tempo de estimular o desenvolvimento da mastigação oferecendo ao bebé novas texturas, progressivamente mais sólidas.

Comece por deixar os purés com uma textura mais granulosa (mal triturados) e depois passe aos pedacinhos que devem ser muito pequenos e macios.


A partir dos 8/9 meses pode começar a juntar arroz ou massa (bem cozidos) ou puré de batata como acompanhamento da carne ou do peixe e dos legumes.

Veja como pode oferecer estes alimentos ao seu bebé no nosso Livro dos Alimentos.

Entre os 9 e os 11 meses podem começar a ser oferecidas leguminosas. Devem ser servidas em pequenas quantidades, sem casca e muito bem cozinhadas e trituradas.

A gema de ovo pode ser introduzida a partir do 9º mês (começando por dar metade da gema sempre bem cozida), em substituição da carne ou do peixe, no máximo 2 a 3 vezes por semana. Caso não haja histórico individual de atopia, a clara pode ser oferecida ao bebé a partir dos 11 meses de idade, sempre de acordo com a indicação do profissional de saúde assistente.

Lembre-se de oferecer água ao bebé várias vezes ao longo do dia. Ofereça a água no copo adaptado, em vez do biberão.

O seu bebé está a crescer e irá continuar a sua descoberta de novos sabores, transitando progressivamente de uma textura homogénea para uma textura granulosa, e por fim com pequenos pedacinhos. Aos poucos irá aproximar a sua alimentação à da família, mas ainda não é um adulto, pelo que deverá ter atenção que as suas necessidades e capacidades continuam a ser específicas. Cada criança é única e diferente, por isso é primordial respeitar o apetite do seu bebé!

Regra a lembrar: Quando cozinharmos para os mais pequenos, devemos privilegiar o uso de azeite, em quantidades adequadas para o bebé, e não adicionar sal ou açúcar na confecção dos alimentos.

 

Pequeno-almoço

- Leite materno ou leite habitual do bebé

Almoço

- 10g de carne ou peixe triturados *

- Legumes grosseiramente triturados ou em pequenos pedaços **, acompanhados de hidratos de carbono (arroz, massa, batata)

- 1colher de café de azeite

- 1 Porção de fruta **

Lanche

- Leite materno ou leite habitual do bebé

- 1 Blédipapa 7 Cereais e Banana

- Ou 1 Blédi Cremoso à escolha

- 1 Porção de fruta **

Jantar

- 10g de carne ou peixe triturados *

- Legumes em puré ou em sopa ou em pequenos pedaços bem cozinhados **

- 1 Porção de fruta

 

Sabia que?

Sabia que um bebé precisa de 3 vezes mais ferro e de 4,5 vezes mais cálcio que um adulto em relação ao seu peso corporal? *

*EFSA NDA Panel (EFSA Panel on Dietetic Products, Nutrition and Allergies). Scientific Opinion on Dietary Reference Values for iron. EFSA Journal. 2015;13(10):1-117 | EFSA NDA Panel (EFSA Panel on Dietetic Products, Nutrition and Allergies).Scientific Opinion on Dietary Reference Values for calcium. EFSA Journal. 2015; 13(5):1-82

 

* Devem ser sempre bem cozidos.

** Se a comida for confecionada em casa os legumes devem ser cozidos (em água ou vapor) e as frutas devem ser maduras, podendo ser dadas cruas ou cozidas em puré. Selecione cuidadosamente os de melhor qualidade e não se esqueça de os lavar e descascar.

Diversificacao alimentar 8 meses
8 meses a explorar
O bebé gosta cada vez mais de se movimentar e diverte-se a gatinhar e a rebolar.
Ler mais
Os Nossos Ingredientes
Certas coisas devem ser mantidas simples e autênticas.
Ler mais
Nutrientes
Todos os nutrientes têm um papel importante no crescimento do seu bebé.
Ler mais
Puré de Batata com Frango
Uma boa opção para variar e introduzir pequenos pedacinhos nas refeições do seu bebé.
Ler mais