A alimentação do bebé aos 6 meses

A partir dos 6 meses as necessidades nutricionais do bebé vão aumentar progressivamente e, em paralelo, o seu sistema digestivo tornar-se-á mais maduro. Assim, mesmo mantendo o leite materno na base da sua alimentação, os novos alimentos vão começar, gradualmente, a desempenhar um papel importante no seu desenvolvimento.

Descubra mais sobre esta nova fase com o nosso Livro dos Alimentos, e descubra ainda as nossas deliciosas Receitas, a partir dos 6 meses.

Tem dúvidas sobre nutrição infantil ou sobre os nossos produtos? Fale com as nossas Especialistas Blédina. Veja como aqui.


Inicialmente, e salvo indicação contrária do profissional de saúde, as primeiras sopas ou purés de legumes são geralmente compostas por batata, abóbora ou cenoura.

Os vegetais são importantes, pois além de muito nutritivos, ajudam o bebé a desenvolver o gosto por estes alimentos para o resto da vida, ajudando a construir hábitos alimentares saudáveis. São por isso, também, os nossos alimentos preferidos!

Descubra mais sobre a introdução destes alimentos no nosso vídeo com as nossas dicas para a iniciação do seu bebé ao mundo dos vegetais.

As papas de cereais contêm nutrientes importantes para o bebé, ajudando-o a aceitar novos sabores e texturas.

As farinhas não lácteas devem ser preparadas com o leite habitual do bebé enquanto as farinhas lácteas devem ser preparadas com água.

Encontre a papa favorita do seu bebé aqui.

Habitualmente as primeiras frutas a serem introduzidas na alimentação do bebé são a banana, a maçã e a pera. Estas devem estar bem maduras ou serem cozidas, para facilitar a mastigação e deglutição.

A introdução de peças de fruta diferentes estimula a aceitação de novos sabores por parte do bebé, por isso é importante variar a fruta que lhe oferece, assim como as texturas, à medida do seu crescimento e desenvolvimento.

A carne e o peixe são fontes de proteína importantes na alimentação do bebé, e contêm um elevado teor de ferro, o que contribui para o normal desenvolvimento cognitivo das crianças. Estes alimentos, ricos em proteína, contribuem para a diversificação da alimentação do bebé, com novos sabores e texturas, ajudando-o a encontrar um bom equilíbrio nutricional.

A água é o principal constituinte do organismo do bebé, e as suas necessidades hídricas são mais elevadas do que as de um adulto, relativamente ao seu peso corporal.

A água assume especial importância no funcionamento dos rins e da bexiga, e uma ingestão adequada ajuda no funcionamento do intestino.

Deverá aconselhar-se junto do seu profissional de saúde sobre o tipo de alimentos a introduzir em primeiro lugar e ainda sobre a quantidade dos mesmos.

Até aos 6 meses o leite materno satisfaz todas as necessidades nutricionais do seu bebé. A partir dos 6 meses, sempre de acordo com a recomendação do Profissional de Saúde, poderá dar-se início à diversificação alimentar. 

Regra a lembrar: Cada bebé é único e irá descobrir este novo mundo à sua maneira, pelo que deve respeitar e tentar entender o ritmo do seu bebé, introduzindo novos sabores e texturas de forma gradual e sempre de acordo com a fase de desenvolvimento em que o seu filho se encontra.

 

Pequeno-almoço

Após uma boa noite de sono o bebé precisa de ganhar energia.

- O leite materno ou o leite habitual do seu bebé é o melhor alimento para começar o dia! 

Almoço

A refeição do meio-dia é o pilar da diversificação alimentar! Pode começar a diminuir progressivamente as quantidades de leite, de acordo com as recomendações do seu profissional de saúde, começando a dar-lhe sopa e mais tarde fruta:

- Leite materno ou leite habitual do bebé

- Algumas colheres de legumes e frutas* em puré bem passado e macio

Lanche

Depois de uma boa sesta, o bebé acorda normalmente com um pouco de fome: é o momento ideal para mais uma refeição e para se assegurar de que ele consome a quantidade diária recomendada de leite:

- Leite materno ou leite habitual do bebé

- Algumas colheres de puré de frutas bem passado e macio e/ou Blédipapa 3 Cereais Pera

Jantar

Nesta fase, o leite materno ou o leite habitual do seu bebé é ainda o alimento fundamental do seu jantar. Contudo, algumas semanas após iniciar as primeiras refeições semi-sólidas, poderá passar a dá-las também ao jantar.

- Leite materno ou leite habitual do bebé

- Algumas colheres de legumes em puré bem passado e macio*

 

Sabia que?

O pequeno-almoço e/ou o lanche são momentos privilegiados para diversificar a alimentação da criança.

 

* Se a comida for confecionada em casa os legumes devem ser cozidos (em água ou vapor) e as frutas devem ser maduras, podendo ser dadas cruas ou cozidas em puré. Selecione cuidadosamente os de melhor qualidade e não se esqueça de os lavar e descascar.

O seu bebé irá descobrir novos sabores e novas texturas! O equilíbrio alimentar depende em grande parte do crescimento do bebé. Veja aqui um exemplo de um menu desenvolvido para ajudar a satisfazer as necessidades nutricionais dos bebés a partir dos 7 meses.

Regra a lembrar: A primeira introdução de um novo alimento deve ser feita em pequenas quantidades e as doses devem ser progressivamente aumentadas a cada nova introdução. Cada bebé é único e tem o seu próprio ritmo. Se o seu bebé não aceitar um alimento novo nas primeiras tentativas não desanime, espere alguns dias e volte a tentar novamente.

 

Pequeno-almoço

- Leite materno ou leite habitual do bebé

Almoço

- 10g de carne ou peixe triturado*

- Legumes triturados**, acompanhados de hidratos de carbono (arroz, massa, batata) 

- 1 Colher de café de azeite

- 1 Porção de fruta**  

Lanche

- Leite materno ou leite habitual do bebé

- Ou 1 Blédi Cremoso à escolha

- 1 Porção de fruta**

Jantar

- Um puré de legumes ou 1 sopa**

- 1 Porção de fruta**

 

Sabia que?

O período entre os 6 e os 9 meses é um momento chave para o seu bebé pois ele vai progressivamente aumentar o número de refeições diárias de alimentos complementares. 

 

* Devem ser sempre bem cozidos.

** Se a comida for confecionada em casa os legumes devem ser cozidos (em água ou vapor) e as frutas devem ser maduras, podendo ser dadas cruas ou cozidas em puré. Selecione cuidadosamente os de melhor qualidade e não se esqueça de os lavar e descascar.

Diversificacao alimentar 6 meses
6 meses a crescer
O seu bebé já reconhece a mamã e o papá, com quem interage cada vez mais.
Ler mais
Nutrientes
Todos os nutrientes têm um papel importante no crescimento do seu bebé.
Ler mais
A Nossa Produção
Desde o primeiro dia até que chega à sua mesa.
Ler mais
Frutapura Tacinha Frutos Variados
As tacinhas Frutapura Blédina são 100% fruta, sem adição de açúcares.
Ler mais